Parabéns – e obrigado!

José Édil de Lima Alves
Meu querido Mano (…), antes de mais, um grande abraço de felicitações por tudo o que tu e a tua operosa turma prepararam e apresentaram nas comemorações do centenário do nosso querido Esporte Clube Uruguaiana. Foi completo e tudo o que acompanhamos correu na mais perfeita sintonia. Nota MIL, meu querido amigo!

Na coluna que enviei para o Momento de Uruguaiana (…), falo justamente sobre nosso Clube do coração e, ao final, dou o destaque que vocês fizeram por merecer. Sem a tua liderança e a tua garra, junto ao querido Cachoeira, tuas manas e tua querida mãe, há muito já não haveria nada do que fora o E.C.Uruguaiana.

Tens sobrados motivos para orgulhar-te, meu querido, e Deus há de recompensar-te, a ti e aos teus, pelo que tens feito – e ainda vais fazer – pelo esporte da nossa Terra, onde o jalde-negro brilha de forma singular.

(…)

Bem, para não tomar mais tempo, envio-te – e a todos que contigo batalharam – um grande e forte abraço de agradecimento e, principalmente, de reconhecimento por tudo o que estão fazendo em favor das nossas cores.